Projetos de vasos de pressão

Postado dia 21/12/2015
Artigos

O projeto de fabricação de vasos de pressão são geralmente específicos, no geral estes são confeccionados por encomenda para atendimento de determinadas finalidades e condições de desempenho.

Entende-se por vaso de pressão todos os reservatórios, de qualquer tipo, dimensões ou finalidades, não sujeitos à chama, fundamentais nos processos industriais, que contenham fluidos sejam projetados para resistir com segurança a pressões internas diferentes da pressão atmosférica, ou submetidos à pressão externa, cumprindo assim a função básica de armazenamento.

O projeto deverá ser executado e monitorado por um profissional habilitado, a seleção técnica e econômica dos materiais adequados, dos processos de fabricação, da seleção de profissionais capacitados, além do dimensionamento para sustentação das cargas atuantes durante a operação do equipamento, são de responsabilidade desse profissional.

Para a confecção de um vaso de pressão são parâmetros básicos: identificação dos padrões (normas), números de horas ou ciclos que esse equipamento estará sucetível (vida útil), forma construtiva, análise do local de instalação (climática, resistência mecânica, dimensão do local disponível para sua instalação e manutenção), verificação da contaminação ou deterriorização devido a temperatura e armazenamento de determinado fluido, entre outras distintas definidas pelo solicitante.

A fase seguite ou paralela é o projeto analítico, onde serão calculadas e verificadas as dimensões de peças externas e internas.

A parede de um vaso de pressão compõe-se basicamente do casco e do tampos de fechamento. O casco em geral é confeccionado em forma: cilíndrica, cônica, toroidal e esférica, e é claro em alguns casos com utilização de mais de um desses formatos num mesmo equipamento. As peças de fechamento, tampos, são construídas com formatos: elíptico, toriesférico, tôriconico, cônico, planos e hemisféricos. O posicionamento do equipamento deverá ser levado em consideração, uma vez que esta poderá influenciar de forma direta na operação do equipamento. Vasos verticais são principalmente utilizados em casos onde é necessária a atuação da ação da gravidade, os horizontais usados para trocadores de calor, separadores e vasos de acumulação e ainda existem um tipo mais raro, onde a instalação é inclinada, usado em casos onde a viscosidade do fluido é mais densa.

Durante o projeto analítico serão verificados os equipamentos e tubulações que estarão diretamente ou indiretamente ligadas ao equipamento projetado, estes deverão também ser projetados e conter memorial descritivo de cálculo e fabricação. A análise do sistema irá influenciar de forma direta no cálculo da pressão de projeto, dimensões de comprimento e diâmetro, volume, temperatura de projeto e material utilizado.

A segurança deverá ser o principal foco durante as fases do projeto, deverão ser utilizadas técnicas de ensaios destrutivos e não destrutivos, verificação da facilidade durante as futuras manutenções e a identificação de recursos especiais como escadas e revestimento térmico. Na fase de elaboração do projeto deverão ser gerados instruções de uso para o equipamento, contendo partida, parada, rotinais operacionais, riscos e impactos sucessitíveis durante a operação e procedimentos em casos de emergência.

O transporte do equipamento até o local de instalação deverá ser desenvolvido ainda durante a fase de elaboração do projeto, para que não ocorram desvios. Esse estudo irá garantir que não hajam partes afetadas durante qualquer movimentação do equipamento até o início de suas operações.

O acompanhamento do projeto é uma etapa que se desenvolve ao longo de todos os processos paralelos necessários para após a solicitação de um cliente, consiste na orientação e fiscalização técnica e gerencial, visando não a qualidade mas também a adequação do projeto e cumprimento dos prazos e principalmente solucionar dúvidas e alternativas que apareçam no decorrer do projeto.

O projeto de um vaso de pressão é um processo que requer planejamento e comprometimento das partes envolvidas, uma vez que a solicitação de um cliente não deverá ser o único alicersse a ser seguido, mas principalmente os padrões de qualidade e segurança previamente estabelecidos por órgãos responsáveis.

No Brasil um vaso de pressão deverá ser submetido a norma regulamentadora NR-13 antes, durante e até mesmo a após a sua retirada de operação, nos demais países deverão ser verificados as legislações vigentes para consulta como fase indispensável do projeto.

 

Por:

Sara Oliveira

José Luiz Valente

Fábio Farias

*Alunos do MBA - UCB - Macaé  - RJ

Comentarios